Sábados Letivos – uma possibilidade lúdica de interação

O primeiro sábado (20/3) de atividades remotas teve início com as turmas dos Anos Iniciais e, na manhã do dia 27/03, foi a vez da Educação Infantil através de “Vivências Compartilhadas”.

O primeiro sábado letivo do Núcleo da Infância aconteceu no dia 20/03 com aulas voltadas para os Anos Iniciais (Ensino Fundamental) e, no dia 27/03, na Educação Infantil, com oficinas para as famílias da Classe-Bebê, dos Maternais Multi-idade e Níveis Multi-idade. Em ambos os momentos, as equipes pedagógicas prepararam uma série de propostas diversificadas com o objetivo de oportunizar experiências permeadas pela ludicidade para todos os participantes.

Sábado letivo para os Anos Iniciais

A manhã de sábado (20/03) foi uma ocasião especial para os Anos Iniciais. No 1º ano, as crianças e suas famílias compartilharam o delicioso momento do café da manhã, enquanto escutavam histórias narradas pelas professoras. Numa integração de linguagens, o café tornou-se literário e a história deliciosa.

No 2º Ano, aconteceu a “Hora de Jogar! ”. Em salas simultâneas, as crianças brincaram desafiando-se matematicamente e vibravam a cada jogada de dados no Jogo da Centopeia. Nas turmas do 3º Ano, as crianças exercitaram a capacidade de fazer escolhas e protagonizar o processo de planejamento e realização de uma proposta culinária a partir de quatro possibilidades de oficinas. Biscoitinhos amanteigados, brownie de caneca, smoothie de morango e tortinha de banana foram as opções de receitas preparadas pelas crianças.

No 4º Ano, a vida de Malala Yousafzai foi o ponto de partida para as crianças conhecerem Escolas Inusitadas pelo Mundo. O debate proposto foi partir da seguinte questão: qual a importância da escola na vida das crianças? Pergunta que suscitou muitas reflexões e sentimentos diversos.

Segundo a professora do 4º Ano do Ensino Fundamental, Mariana Montano, “o mais marcante foi ouvir que conheceram muitas escolas pelo mundo, mas é no João XXIII onde mais gostariam de estar”, comenta. A professora também relembra a fala do estudante Léo, que disse: “A gente só dá valor quando perde. Eu quero muito voltar para o João”.

Simultaneamente, no 5° ano, a proposta foi um “Cine Debate”. Em cartaz, estavam os vídeos sobre as “Mulheres Fantásticas”, uma homenagem a algumas personagens femininas que foram invisibilizadas ao longo da história. As histórias podem ser acessadas no link: https://g1.globo.com/fantastico/quadros/mulheres-fantasticas/    

Sábado letivo para a Educação Infantil

Na Educação Infantil, a proposta do sábado (27/03) foi oportunizar “Vivências Compartilhadas” entre a Escola e as famílias. Através de inscrições, cada família pôde escolher até duas oficinas virtuais para participar.

Estavam previstas quatro oficinas que integravam diferentes linguagens expressivas. A Hora do Conto – “Teatro De Sombras”, inspirado no livro “Bruxa, bruxa venha à minha festa”, de Arden Druce, foi um momento que envolveu a imaginação e o aspecto mágico das sombras. Nesse cenário, as crianças foram “convidadas para a festa à fantasia”, transformando-se em personagens que brincaram através das janelinhas.

A oficina de “Jogos e Brincadeiras Musicadas” foi um passeio por diferentes ritmos que embalaram os “corpinhos dançantes” de adultos e crianças. Já a oficina de “Massinha de modelar caseira” envolveu experiências sensoriais e expressivas. Com ajuda dos adultos, os pequenos colocaram a mão na massa, compartilhando todos os passos do processo. Ao final, cada família apresentou suas criações, que, registradas em uma fotografia coletiva, construíram um verdadeiro mosaico de criatividade.

A “Yoga dos Animais” foi um convite para os pequenos colocarem o corpo em movimento e sentirem sua respiração. Inspirados pelas poses e posturas dos animais, as crianças recriaram, ao seu modo, os desafios lançados por meio de “roleta mágica”. Outra possibilidade foi a oficina de “Confecção de fantoches”, uma rica oportunidade de “dar vida” à fantasia por meio da criação e da construção de personagens. Para esse momento, as famílias separaram previamente diferentes elementos que tinham em casa, os quais também suscitaram muitas explorações e brincadeiras.

Ambas as manhãs deixaram “um gostinho de quero mais”, reafirmando o valor da alegria de estarmos juntos e da ludicidade como um modo de interação entre crianças e adultos.

Total
0
Share
Rolar para cima